Image (1363x723)


Para entrar a sua ideia, comentário, ou votação de outras ideias,
você tem que ser um usuário cadastrado.
Cadastre-se agora!

Image (1364x762)Image (1048x728)

Anexos adicionais:

extension Calculo- Bibliografia.docx

Sistema de Cobertura Solar para Corredor de Ônibus em Belo Horizonte

Breve descrição (máx. 250 caracteres)
Sistema de cobertura das pistas de ônibus da Av. Presidente Antônio Carlos para a geração de energia solar fotovoltaica.

Principais benefícios (máx. 250 caracteres) *
• Geração de energia limpa
• Dispensa a necessidade de ocupar novas áreas
• Diminui as emissões de gases de efeito estufa
• Construção rápida
• Não emite ruídos
• Proporciona sombra e diminui a reflexão dos raios solares nos olhos dos pedestres.

Descrição detalhada (max. 500 palavras)
A Avenida Presidente Antônio Carlos, em Belo Horizonte, foi construída na década de 40, e é hoje um dos principais acessos ao estádio Mineirão. Em 2005 começou a ser duplicada e recebeu um corredor de ônibus com duas faixas exclusivas em cada direção.

Em 2010 a prefeitura decidiu instalar o BRT para a Copa do Mundo e iniciou a nova fase de duplicação da avenida, englobando a Avenida Pedro I. Este corredor terá 16 km de extensão.

A pista de ônibus foi centralizada, ficando longe de sombras provocadas por prédios e casas, e como ela é feita de concreto, em dias de sol forte cria-se um desconforto muito grande para pedestres por causa da reflexão da luz e do calor excessivo acumulado no concreto.

A ideia é cobrir a pista de ônibus com painéis solares para gerar energia elétrica, isso,além de amenizar o ca-lor e a reflexão, ajudaria na conservação do concreto. O fato de a pista ser exclusiva para ônibus facilitaria a construção da cobertura, diferente das outras pistas, onde circulam veículos de dimensões maiores. Algu-mas alterações seriam necessárias como, por exemplo, a substituição de postes e cortes de árvores.

O que está em jogo, além da geração de energia solar fotovoltaica, é a disseminação de uma nova forma de pensar o futuro das nossas cidades, levando em conta a sustentabilidade, o uso intensivo de espaços públicos como, por exemplo, rodoviárias, corredores exclusivos de ônibus, prédios públicos, estacionamen-tos, estádios e parques para gerarem energia através da geração distribuída.

Dessa forma, os reservatórios das hidrelétricas podem ser usados como grandes baterias; durante o dia a energia solar é gerada e consumida nos grandes centros, enquanto se economiza água das barragens, e durante a noite, quando a energia solar não é produzida, a barragem gera energia soltando a água represada durante o dia.

Se toda a área da pista de ônibus pudesse ser coberta com painéis, a potência de pico seria de aproximadamente 44,8 MW.



Tags:
ônibus, Belo Horizonte, BRT, calor, Copa do Mundo, energia solar fotovoltaica, geração distribuída, sombra., sustentabilidade

Categorias
Fornecimento de energia com alta confiabilidade e qualidade

Participantes

Status

Status:

35 Visualizações

6 Comentário (s)


Número: 000508

Submetidos: 19.12.2011