Image (480x330)


Para entrar a sua ideia, comentário, ou votação de outras ideias,
você tem que ser um usuário cadastrado.
Cadastre-se agora!

Image (423x411)Image (1073x1040)




Política de Troca de Recicláveis por Crédito Verde (Green Credit)

Breve descrição (máx. 250 caracteres)
Baseia-se numa política de troca de material reciclável em vending machines, por pagamentos cotados em "Crédito Verde" (Green Credit), que é aceito no transporte público, estádios, e estabelecimentos credenciados sustentáveis, como supermercados.

Principais benefícios (máx. 250 caracteres) *
Promoção da reciclagem na Sociedade;
Inserção mais ativa da sucata na economia;
Canalização dos rendimentos da "Crédito verde" para um consumo mais sustentável;
Moeda Social;
Incentivo à sustentabilidade empresarial;
Alternativa de renda para instituições carentes.

Descrição detalhada (max. 500 palavras)
A cada ano, a sociedade brasileira deixa de reciclar boa parte dos resíduos que produz, negligenciando um potencial industrial de bilhões de reais.

Carcaças de eletrônicos, embalagens pet e tetrapak, latas em geral: aquilo que serve como base para processos industriais acaba não sendo valorizado. Atualmente sabe-se que produzir uma lata de alumínio por reciclagem possui um custo energético 95% menor.

Propõe-se a instalação de “vending machines” pelos centros urbanos onde o indivíduo leva materiais recicláveis determinados, e é pago em um crédito eletrônico, "crédito Verde", carregados num simples cartão magnético. Esse crédito será aceito como descontos no transporte público, em estádios, e em estabelecimentos que tiverem um selo de sustentabilidade.

A sucata a seguir é vendida a empresas que já trabalham com essa rota de produção, as quais atualmente operam com capacidade reduzida devido a falta de matéria reciclada. A renda em reais então é usada para cambiar a "Moeda Verde" do mercado, fechando assim o ciclo!

A grande vantagem de utilizar a moeda alternativa é canalizar a renda para o consumo em empresas que mudaram suas práticas para serem sustentáveis. Dar simplesmente o dinheiro em real acaba desperdiçando o potencial da ideia. Podemos vislumbrar que empresas e instituições carentes, que destinarem seus resíduos para a conversão em "Crédito Verde" serão um mercado consumidor novo, o que impulsiona fornecedores a buscarem o "Selo Verde".

A variedade de recicláveis depende de até onde o processo pode atuar. Baixos retornos podem ser amenizados com isenções e descontos fiscais a condomínios (IPTU) e empresas.

Essa ideia busca ser mais do que uma política de gestão de resíduos: propõe-se também a estimular uma mudança nas práticas empresariais, inserir melhor a sucata como matéria-prima na Economia, e promover uma cultura da Reciclagem e consumo consciente na Sociedade Civil.



Tags:
moeda alternativa, política pública, reciclagem, reeducação, resíduos

Categorias
Estabelecer um sistema de gestão de resíduos eficiente e funcional

Participantes

Status

Status:

62 Visualizações

5 Comentário (s)


Número: 000173

Submetidos: 19.11.2011